Ads Top

SmartWatch, sucesso ou fracasso?

O Android Wear, sistema operacional da Google desenvolvido para os relógios de pulso, vendeu apenas 720 mil unidades em 2014.

Leia-se por vendeu, distribuiu. Ou seja, foram entregues as lojas, e se foram vendidos a um consumidor final ou não já é uma história bem diferente.

Expandindo o segmento e o mercado para os relógios que não carregam o sistema da Google, citamos o Pebble, que vendeu sozinho entre seu lançamento em 2013 e até o fim de 2014, cerca de 1 milhão de unidades.

O mais vendido dos Androids? O Moto 360, da Motorola, que traz o que os concorrentes não trouxeram, e que provavelmente indica o porquê das vendas baixas:

Aparência

Moto 360


Os recursos que este tipo de produto oferece são infinitos. Alguns tem câmera, outros fazem ligação sem ter o celular conectado, mas poucos tem a aparência realmente agradável, como é o caso do Moto 360 ou do LG Watch R, que ainda não está disponível em nosso país.

LG G Watch R


O segundo fato que pode estar arrastando as vendas para baixo é o preço.

O Moto 360, líder de vendas, na loja oficial da Motorola, sai por R$ 899,00. Até pouco tempo atrás, o valor era ligeiramente inferior, o que significa que, ou a Motorola reajustou devido ao Dólar, ou, devido ao bom volume de vendas.

Porque?

Mas, aqui entro num ponto delicado. Quem quer gastar com relógio, e tem esse dinheiro disponível, nem sempre está disposto a entrar no mundo dos SmartWatches.

Relógios de marcas conceituadas, ou estão muito próximos desse valor, ou estão até um pouco abaixo, dependendo do modelo.

Relógio Ferrari, no site da Vivara, por R$ 999,00


Diferente dos smartfones, o cliente que compra um relógio inteligente vai adquirir porque realmente precisa de suas vantagens, ou porque é um entusiasta, pois, as pessoas que gostam de usar relógios no pulso por estilo ou status, provavelmente preferem um produto mais específico.

Bateria

E, para completar, um grande vilão dessa tecnologia é a bateria. Relógios normais levam anos para se precisar trocar a bateria, enquanto os smarts, terão que ir para tomada todo dia.

E a Apple?

Esses números fracos dos Androids devem piorar, pois em Abril deve ser lançado o Apple Watch, o concorrente da Apple. Será o que o modelo da maçã consegue melhorar os números do segmento?

Apple Watch

Pelo menos em Design, a Apple mandou bem, e seus relógios serão altamente customizáveis, como se pode ver no site oficial. Resta ver qual será o preço da beleza, marca e customização que o produto vai alcançar.

E você? Vai esperar o modelo da Apple, já adquiriu um Android ou prefere um relógio clássico? Deixei sua opinião conosco!

Até a próxima!

Fontes: Canalsys



Nenhum comentário:

:)

Renato Roque. Tecnologia do Blogger.